lei do audiovisual

Renovação da Lei do Audiovisual no Brasil, garante à LS Nogueira novas cotas para investimentos

A prorrogação dos benefícios fiscais na Lei do Audiovisual possibilita uma retomada das produções cinematográficas brasileiras

Governo Federal prorrogou até 2024 os benefícios fiscais na Lei do Audiovisual

O Governo Federal prorrogou até 2024 os benefícios fiscais previstos na Lei do Audiovisual, um mecanismos de incentivo ao cinema brasileiro.

Cineastas acreditam na derrubada do veto à prorrogação da Lei do Audiovisual

André Klotzel, responsável pela área federal da Associação Paulista dos Cineastas, confia no Legislativo para manter o incentivo ao cinema brasileiro.

MALÊS

MALÊS é um filme de ficção,  longa metragem, com duração estimada em 100 minutos, baseado em fatos históricos, rodado na cidade do Rio de Janeiro, Cachoeira na Bahia e na África do Sul.

Balanço Black

Balanço Black fará um retrato profundo da “black music” brasileira, desde seu surgimento, no final dos anos sessenta, até os dias de hoje. Tim Maia, Hyldon, Carlos Dafé, Toni Tornado, Sandra de Sá, Jorge Ben, as bandas Black Rio e União Black, entre outros

Eriberto Leão será o protagonista do filme “Assalto na Paulista”

Mais uma produção cinematográfica com o apoio LS Nogueira através da Lei do Audiovisual Eriberto Leão / Bianca Bin   Flávio Frederico – Diretor As primeiras cenas começam a ser gravadas no próximo 31 de março com grande expectativa de uma superprodução. “Assalto na Paulista” já tem confirmado elenco de peso para a realização da história que terá como base o roubo aos cofres particulares de um banco que ocorreu em 2011 em São Paulo, ganhando repercussão nacional. Eriberto Leão será Rubens, líder da quadrilha, bandido audacioso. Destaque também para Bianca Bin, atriz revelação, Barbara Lodi, Kiko Marques, Jefferson Brasil, entre outros talentos do cinema e da televisão brasileira. “Esse filme vai além de uma obra de ação policial. O diferencial está nos dramas pessoais que envolve...

Elenco se emociona ao assistir “Pixinguinha – Um Homem Carinhoso”

Produtor Carlos Moletta diz que o protagonista Seu Jorge ficou encantado com as cenas do filme, em fase de finalização.

Lei do Audiovisual completa 25 anos e se consolida como setor de alto impacto na economia brasileira

LS Nogueira se destaca no país como uma das pioneiras na captação de sucessos de bilheteria Era 20 Julho de 1993 quando o então presidente Itamar Franco sancionou a Lei 8685 criando o fomento à atividade audiovisual no Brasil. Na época, talvez não tivesse ideia da importância desse mecanismo para o incentivo ao cinema nacional e, consequentemente, à economia criativa. Através dele, patrocínios e investimentos dispararam e houve, então, uma produção em série e qualificada. A LS Nogueira descobriu que poderia contribuir utilizando toda a eficiência e a transparência da Lei alguns anos depois e não parou até hoje. Conquistou, inclusive, a certificação da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Encontrou parceiros importantes neste caminho como a “Diler&Associados” onde viabilizou filmes co...

A NETFLIX escolhe “A Menina Índigo” como um dos destaques de produção brasileira

Executivos da empresa em Los Angeles selecionaram o título nacional, mais uma realização da Cinética Filmes, parceira da LS Nogueira através da Lei do Audiovisual. “Mais uma porta de exibição que se abre para “A Menina Índigo” e isso é muito bom. A NETFLIX escolhe somente criações de qualidade e estamos nesse ranking”, diz Richard d’Avila, produtor da Cinética. Para selecionar os filmes, a empresa conta com poderoso banco de dados e pesquisa detalhada sobre a preferência do telespectador. Tem média mundial de 100 milhões de assinantes. Outro filme da produtora com grande sucesso na NETFLIX foi “Nosso Lar”. “A Menina Índigo” tem a direção de Wagner de Assis e é estrelado por Letícia Braga, Fernanda Machado e Murilo Rosa.

Congresso Nacional aprova a prorrogação da Lei do Audiovisual até 2019

FESTA NO CINEMA BRASILEIRO! Depois de muita expectativa e apreensão, deputados e senadores derrubaram o veto presidencial que impedia a continuidade da Lei, fundamental para o fomento à cultura, ao cinema brasileiro e à economia criativa do país. Com essa prorrogação, será possível manter o alto nível de nossas produções que já têm alcançado recordes de bilheteria (“Tropa de Elite” e “Minha Mãe é Uma Peça” estão entre os filmes que tiveram recursos captados). A Lei do Audiovisual permite ao contribuinte (pessoa física ou jurídica) que aplique parte do Imposto de Renda nessas produções. Os resultados são surpreendentes, não somente para o investidor, mas para toda a economia brasileira, com participação de cerca de 10%. Os números confirmam: São mais de R$ 20 bilhões gerados por ano. R$ 6,6...

Invista no social sem reduzir receitas.

Em um mundo de transformações e demandas urgentes da sociedade, não é mais possível ficar de fora da Responsabilidade Social. Através de projetos e ações específicas, as MARCAS estão cada vez mais se posicionando contra as desigualdades e percebendo os benefícios corporativos desse investimento. Hoje, tornou-se fundamental buscar esse protagonismo e efetivar o lucro social. Como a crise econômica, é viável driblar a crise humanitária com a sua representação em vários segmentos entre eles saúde, educação, esporte e cultura. Grandes instituições têm feito dessas ações parte vital do seu negócio também junto aos próprios funcionários e colaboradores. A dúvida é saber como investir na construção do bem de modo que o capital se converta em progresso social. Nesse caso, doar é receber. É empreen...

  • 1
  • 2