cinema

Green60 – Festival de Cinema Mobile

Mostra de exibição de curtas metragens para plataformas mobile, visando conteúdo educacional.

Cine Blend – Cinema a céu aberto

Exibições gratuitas de filmes em praça aberta para as mais variadas faixa etárias, contando ainda com debates de produtores da área

Cinema brasileiro retoma crescimento e ultrapassa os 20 milhões de espectadores

  Dados do Observatório Brasileiro da Ancine mostram que as produções nacionais cresceram mais de 25% ano passado em relação a 2017, repetindo feitos de 2010, 2013, 2015 e 2016.     Ainda sobre os lançamentos, estrearam no mercado em 2018: 94 produções de ficção; 75 documentários e duas animações.   O Sistema de Controle de Bilheteria (SCB), fonte dos dados do Informe pela primeira vez, mostra que a participação de sessões de filmes brasileiros é de 13,7%. Ou seja, o resultado em bilhetes vendidos do filme nacional, em 2018, é proporcional ao número de sessões ocupados pelas obras brasileiras em salas de cinema. Parque exibidor brasileiro fecha o ano de 2018 com maior número de salas desde os anos 1970. O Informe Anual Preliminar tem caráter provisório. Os números serão...

RODOCINE/CAEDU já pegou a estrada e está a todo o vapor nas apresentações em várias cidades paulistas.

RODOCINE/CAEDU – um dos projetos sociais/culturais mais importantes do país já está em pleno vapor em cidades do litoral paulista. A primeira parada da nova temporada ocorreu entre os dias 10 e 12/11 em Santos, com “casa lotada” em quase todas as exibições. Pelo conforto e pela qualidade dos filmes, quase 1.200 pessoas estiveram presentes.

19 de junho, Dia do Cinema Brasileiro

No dia 19 de junho é celebrado o Dia do Cinema Brasileiro. A data tem como objetivo dar visibilidade a sétima arte produzida no Brasil e marca  o dia em que foram gravadas as primeiras imagens em movimento no Brasil por Afonso Segreto, ítalo-brasileiro e considerado o primeiro cinegrafista e diretor do país. Em 20 de julho de 1993, o então presidente Itamar Franco, assina a Lei 8.685 – a chamada Lei do Audiovisual – possibilitando o investimento na produção e coprodução de obras cinematográficas. O audiovisual é uma das maiores potências de cultura e economia de um país. No Brasil, o setor possui um PIB maior do que o da indústria farmacêutica e automobilística. Movimenta mais de R$20 bilhões, gera 300 mil empregos diretos e indiretos, e que a cada R$1 investido, temos um retorno de R$ 2,6...