Quanto custa o tratamento contra o câncer no Brasil?

Você não tem ideia dos preços dos medicamentos.

Os números são astronômicos. Quando pensamos em termos globais, cerca de 15 milhões de pessoas recebem o diagnóstico por ano. Destas, 8 milhões morrem. Se a agressividade da doença já é um fator difícil, imaginem quando deparamos com a possibilidade de tratamento. Pela realidade brasileira, as condições são ainda mais complicadas.

Quando falamos em recursos hospitalares, o Ministério da Saúde diz que o gasto cresceu 66% nos últimos anos, cercando os R$ 3,5 bilhões. E em relação aos medicamentos é assustador. Entre os mais vendidos, ou utilizados, vamos citar alguns:

 

cancer-medicamento-2

 

O fato é que a luta da grande maioria dos pacientes com câncer começa na busca de um diagnóstico. Sem convênio médico, o primeiro passo está nos exames solicitados pelas Unidades Básicas de Saúde. A doença confirmada, o SUS tem, por lei, 60 dias para o início do tratamento. Quando os procedimentos efetivamente se iniciam, a atenção é de referência. Muitos hospitais atendem a oncologia com primazia, inclusive no fornecimento de medicamentos tão caros.

Para tal capacidade, instituições ainda dependem de recursos fora do sistema público. Nesses casos, o governo permite doações via a Lei do Câncer. Ou seja, a iniciativa privada tem o direito de apoiar ações contra o câncer revertendo parte do Imposto de Renda que iria destinar aos cofres públicos. Conheça o PRONON e mude essa triste realidade.

 

Compartilhar