fbpx

Compartilhar

Remando para Inclusão – Lei do Desporto

projeto_remando_para_inclusao-568793

 

O Centro de Vivências Despertar para Vida tem como objetivo promover a inclusão social de crianças, jovens e adultos com deficiência e necessidades especiais, síndromes, transtornos, distúrbios e com dificuldade de aprendizagem. O Projeto vai atender, através do remo, 100 alunos por ano. Todos passarão por uma avaliação psicóloga e fonoaudióloga, trabalhando o indivíduo como todo, ou seja, na parte física e nos aspectos cognitivos e psicológicos.

Também irá contribuir para a formação social, promoção educacional e assistencial, despertando até as respectivas famílias para uma melhor qualidade de vida. A intenção é a independência física; potencializar a capacidade psicomotora; promover a prática esportiva e formar cidadãos ciente dos seus direitos e deveres.

 

SETEMBRO 2018


 

 

MAIO 2018

 

 

“Remando para a Inclusão”, que tem o apoio via Lei Federal de Incentivo ao Esporte, tem conquistado importantes resultados de superação. Os cerca de 100 alunos com síndromes, transtornos, deficiências ou risco social são assistidos em todas as fases do aprendizado na água.

Por meio do projeto do Centro de Vivências Despertar para a Vida, parceiros da LS Nogueira, esses meninos e meninas criam disciplina, equilíbrio e autonomia. Entre os autistas do grupo, principalmente, não existem mais dificuldades de comunicação e convívio.

 

ABRIL 2018

 

 

A 1ª Regata Interna do Projeto Remando Para Inclusão, realizado em 14 de abril de 2018 na área de Remo do Clube Álvares Cabral em Vitória/ES, promovido e realizado pelo CVDVida – Centro de Vivência Despertar para Vida.

 


 

FEVEREIRO 2018

“Remando Para a Inclusão”, na Grande Vitória, dá resultados surpreendentes na recuperação de alunos autistas. Entrevista na Record News releva a necessidade de apoio para a continuidade do projeto inovador no Estado do Espírito Santo

 

 

 

 

PUBLICO ALVO

O Projeto atenderá por ano 100 crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiências, síndromes, transtornos, distúrbios e com dificuldades de aprendizagem de 09 a 29 anos.

OBJETIVO
Tem como objetivo promover a inclusão social de crianças, adolescentes e jovens com deficiência e necessidades especiais, síndromes, transtornos, distúrbios e com dificuldade de aprendizagem com a atuação do esporte remo.

METODOLOGIA
O Projeto atenderá por ano 100 crianças, adolescentes, jovens e adultos com deficiências, síndromes, transtornos, distúrbios e com dificuldades de aprendizagem, sendo 50 no turno matutino e 50 no turno vespertino, as aulas serão realizadas três vezes por semana, com duração de duas horas e meio cada turno. Ressalta-se que nas aulas no turno matutino terá momento de desjejum e no turno vespertino intervalo para lanche.

Serão dadas aulas teóricas e práticas, onde o professor inicialmente vai apresentar aos alunos os equipamentos barcos e remos que serão utilizados durante as aulas. Explicar didaticamente a nomenclatura do barco e do remo, trabalhando as problemáticas do esporte. As aulas vão ser planejadas e pautadas para cumprir os objetivos, como potencializar a capacidade psicomotora, independência física além de promover a pratica esportiva, tendo como referencial teórico o Manual de instrução elaborado pelo Ministério do Esporte Secretaria de Esportes Educacionais, Apostila Solidária Olímpica de remo do Comitê Olímpico, entre outros.

O Educando passará por uma avaliação psicológica e fonoaudiologia. Nosso critério de seleção é, além de apresentar dificuldade de aprendizagem, síndrome, transtorno e deficiência, os educandos devem estar matriculados na rede pública de ensino, os que tiverem de 09 aos 17 anos e de estar dentro da faixa etária citada no projeto, 09 a 29 anos.

PERÍODO
12 meses

LOCAL
CNRAC – Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral
Endereço: Av. Mal. Mascarenhas de Moraes, 2100 – Bento Ferreira, Vitória

 

[]
1 Step 1
Quero apoiar esse Projeto!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Compartilhar