fbpx

Compartilhar

Associação Ballet de Cegos

ASSOCIAÇÃO

Projeto iniciado em 1995 com cerca de 10 alunas tornou-se uma metodologia pioneira para o ensino da dança e referência mundial por seu valor artístico e inclusivo.

 

A Associação Fernanda Bianchini Cia Ballet de Cegos (AFB) hoje atende a cerca de 200 alunos de várias idades, a maioria deficiente visual. Sua metodologia de ensino do Ballet Clássico é pioneira e reconhecida mundialmente. A integração social de deficientes visuais por meio da dança, principalmente do balé como uma atividade extracurricular, é a principal missão da entidade.

O projeto tem como objetivo sanar os custos anuais da instituição com aluguel, funcionários, professores, e demais gastos com material de limpeza, material de escritório para poder oferecer a pessoas cegas e normais um espaço de aprendizado e um canal inédito no mundo para pesquisa de dança e expressão corporal para cegos, fazendo releitura de clássicos e adaptando-os para apresentação de 1 espetáculo.

 

Novembro 2018

Wickbold proporciona o “pão de cada dia” para participantes do projeto “Ballet de Cegos”

 

Através de uma iniciativa espontânea da empresa, cerca de 300 pessoas da Companhia estão sendo beneficiadas com a doação de mais de 1.000 pães, que serão distribuídos conforme a demanda durante as apresentações dos bailarinos. Essa ação foi motivada pela grande repercussão de atividades envolvendo essa parceria nas redes sociais.

 

Parabéns a Wickbold pelo grande incentivo à cultura e à inclusão social!!!

 

 Outubro 2018

Mais um espetáculo “Ballet de Cegos” encanta crianças e adultos.

Verônica, Mariane e Everton deram show nas apresentações de clássicos no ABC paulista na última sexta-feira, 19. Na ocasião, Fernanda Bianchini, fundadora da Associação, ressaltou a importância da dança na superação e auto estima dos deficientes visuais e informou que, hoje, existe até fila de espera para participar das aulas e atividades da instituição.

 

Fernanda Bianchini envolveu as crianças da plateia ao realizar uma dinâmica interessante: os olhos foram vendados para que elas tenham a mesma perspectiva das bailarinas nas execuções artísticas. A Associação Fernanda Bianchini abriga 200 alunos e é pioneira na metodologia que aplica no ensino do ballet e de outras modalidades da dança.

 

 

Ação espontânea da Wickbold proporciona o fim do estresse na Baixada Santista

 

Meninas da Associação Balé de Cegos ofereceram um dia “relaxante” para a população.

Essa parceria rendeu “Quick Massage” para pelo menos 90 pessoas da Praia Grande no último feriado de 12 de Outubro.  A técnica, que traz bem-estar, foi aplicada gratuitamente pelas bailarinas com deficiência visual da instituição

 

 

Setembro 2018

Obrigada Vestem por fazer parte deste show.

 

Terminou sábado (8) a Fam Fest do grupo RCD realizada no Hard Rock Hotel Vallarta, México. Depois de três dias de confraternização, workshops e apresentações dos hotéis RCD para 300 agentes de viagens de toda a América Latina se atualizarem com o produto, o último dia foi de reflexão, premiação e muita alegria.

Uma das apresentações arrancou boas lágrimas da plateia. A jornalista brasileira Izabella Camargo entrou no palco pedindo para todos fecharem os olhos e refletirem sobre a sensação e a emoção sem o auxílio da visão. As luzes do auditório foram apagadas e em seguida o público foi brindado com uma linda apresentação de um balé formado por sete meninas cegas.

 

 

 

Agosto 2018

Parabéns, VESTEM !!

 

Confira a felicidade das meninas ao receberem os kits da empresa Vestem. Todos os itens estarão na bagagem das dez bailarinas da Cia. Ballet de Cegos Fernanda Bianchini: leggings, top, camisetas, body, tênis, agasalho e uma bolsa. Agradecemos imensamente ao apoio!

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FERNANDA BIANCHINI

afb-1Nascida em 5 de outubro de 1978, suas formações familiares e religiosas fazem com que ela e seus dois irmãos possam construir hoje suas vidas com base na cuidadosa e admirável criação que receberam.

Como bailarina formou-se pela Escola Municipal de São Caetano do Sul e pela Fundação das Artes da mesma cidade. Em São Paulo formou-se como fisioterapeuta pela Universidade Bandeirante.

Como reconhecimento de seu exímio trabalho profissional e social recebeu algumas homenagens, dentre elas as importantes: Dama comendadora do Estado de São Paulo, comenda dada em 2003 pelo órgão da Cultura Brasileira de São Paulo; título de cidadã emérita de São Caetano do Sul pelo vereador Tite Campanella.

 

O Projeto SUPERANDO LIMITES –  PROAC

Visa à apresentação de 10 espetáculos com o BALÉ DE CEGOS e videntes que é composto por coreografias clássicas e outras, além de um exercício de vivência interativa com o público, onde algumas pessoas são chamadas para realizar exercícios com o elenco de olhos vendados. As apresentações ocorrerão em asilos, escolas, CEUS, hospitais, orfanatos, ONGs, Congressos ou qualquer entidade governamental ou evento voltado ao deficiente.

Ainda, o projeto prevê a impressão de 2.000 exemplares do livro “Olhando para as Estrelas” a serem vendidos a R$ 50,00 nos dias dos espetáculos. Valor do Projeto: R$ 314.500,00 Público estimado: 15.000 pessoas

 

O PROJETO – PLANO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO FERNANDA BIANCHINI – ROUANET

O Plano Anual da Associação de Balé de Cegos Fernanda Bianchini visa, em 2016, a continuidade de seu trabalho de ensino de balé clássico e outras danças para deficientes bem como a apresentação de um espetáculo no final do ano. A sede da Associação é um espaço de aprendizado e um canal inédito no mundo para pesquisa da dança e expressão corporal para cegos, onde são feitas, por meio das aulas, releituras e adaptações de clássicos de repertório apresentadas em seu espetáculo.

Compartilhar