fbpx

Compartilhar

Karate IX – Inclusão pelo Esporte | Olga Kos

 

O projeto KARATE: INCLUSÃO PELO ESPORTE visa garantir a continuidade do projeto Karate Inclusão pelo Esporte, e tem como objetivo incluir a pessoa com deficiência Intelectual, com Síndrome de Down, e pessoas sem Deficiência mas com vulnerabilidade social.

Os Alunos serão divididos em quatro (4) turmas, com vinte e cinco (25) alunos cada, totalizando cem (100) alunos. Para cada turma serão oferecidas duas (2) aulas semanais, com duração de uma (1) hora.

20% das vagas serão reservadas para pessoas sem Deficiência Intelectual, com acesso reduzido a oportunidades, das comunidades carentes próximas aos locais onde o projeto será desenvolvido.

Faixa etária: a partir de 6 anos de idade.

 

AGOSTO 2018

Você faz parte dessa conquista!!! Alunos do projeto KARATE IX, do Instituto Olga Kos, recebem os uniformes para mais uma etapa.
Muitos já avançaram de faixa e seguem aprendendo as técnicas das artes marciais. Parabéns pelo seu apoio!

As oficinas são divididas em três momentos:

Visita do Patrocinador ABN-AMRO e entrega de uniforme - CENHA Turma 1 e 2 06/08/2018

1. Aquecimento: primeira etapa da oficina que consiste em exercícios físicos e alongamento para aquecer o corpo;

2. Atividade principal: técnica das artes marciais (Karate ou Taekwondo) através de movimentos (Kata e Poomse, respectivamente) adaptados à pessoa com deficiência. Neste momento também são realizadas atividades lúdicas para trabalhar a coordenação motora, lateralidade e demais indicadores para o desenvolvimento da autonomia;

3. Compartilhar: momento final da oficina onde o profissional da psicologia faz o encerramento da atividade, abrindo para conversa sobre um tema específico trabalhado naquele dia ou alguma demanda pontual

 

 

 

JULHO 2018

Conheça nossa oficinas

Local: CENHA – Centro Social Nossa Senhora da Penha – Rua Francisco Bueno, 384 – Tatuapé – São Paulo – SP

Horários: Toda Segunda e quarta-feira:

9h – 10h
10h – 11h
13h30 – 14h30
14h30 – 15h30

Tempo de duração do projeto: Abril 2018 – Maio 2019

 

JUNHO 2018

Projeto em fase de readequação para liberação de recursos

Início a execução no dia 08 de maio no CENHA – Rua Francisco Bueno, 384 – Tatuapé a partir das 08h00 à execução vai até Março/2019. Confira algumas fotos:

CENHA - 10h - 06/06/18

Avaliação física - CENHA 10H 04/06/2018

 

A palavra Karatê-Do significa “Caminho das mãos vazias”. Teve origem nos movimentos dos animais e com o passar dos anos se modificou para se tornar mais simples e humano, porém sempre mantendo sua complexidade e riqueza de detalhes.

Todos os movimentos do Karatê-Do podem ser considerados habilidades motoras e a maneira como será manifestada, o movimento em si, padrão motor.

Todas as habilidades motoras que o Karatê-Do proporciona têm o objetivo de transformar a pessoa, pois o aprimoramento dos movimentos leva à auto superação e a uma modificação da pessoa como um todo

De forma lúdica e participativa, o projeto promoverá a melhoria dos seguintes aspectos dos participantes:

a) Sociais: integração com professores, colegas e os próprios familiares que deverão (dentro de sua disponibilidade) acompanhar os alunos nas atividades; o cultivo e incorporação de conceitos importantes e básicos como sociedade, comunidade, comunicação, companheirismo, equipe, liderança, deveres e direitos. A integração por meio do esporte resultará na consciência do respeito às diversidades e na eliminação de preconceitos.

b) Cognitivos: desenvolvimento do raciocínio (tempo de reação e tomada de decisões), equilíbrio e segurança emocional e psicológica.

c) Motores: trabalho de aspectos físicos e motores que promovam e melhorem a saúde, autoconfiança, autoestima, qualidade de vida e consciência corporal.

O projeto promoverá ainda, por meio de apresentações públicas, a demonstração à sociedade dos objetivos alcançados. Serão feitas duas apresentações ao longo do projeto, no dia 21 de março, Dia Internacional da Síndrome de Down, e no encerramento do projeto junto à cerimônia de entrega de faixas.

karate4

 

 

Contrapartidas oferecidas ao Patrocinador:

  • Inserção da logomarca do Patrocinador em todas as peças gráficas e material de divulgação do projeto;
  • Inserção da logomarca do Patrocinador no site do Instituto Olga Kos, em página específica do projeto;
  • 50 (cinquenta) brochuras com relatório final ilustrado do projeto;
  • Inserção da logomarca do Patrocinador nas camisetas e nos uniformes do projeto;
  • 01 (uma) Mochila com kit de material dos participantes do projeto;
  • Apresentação dos alunos para funcionários/clientes do Patrocinador;


ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO OLGA KOS – IDOK

O IDOK – é um instrumento que visa obter dados sobre a evolução do desenvolvimento dos participantes das oficinas de Artes Plásticas e Artes Marciais (Karatê e Taekwondo) do Instituto Olga Kos. Os participantes dessas práticas são, em sua maioria, pessoas com deficiência intelectual e também pessoas sem qualquer deficiência que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

As habilidades são observadas para que o participante possa ser qualificado para um dos seguintes estágios de atuação:

Dependente: o participante é considerado dependente quando não consegue realizar a atividade proposta ou pode realizá-la com grande dificuldade.

Intermediário: o participante situa-se no nível intermediário quando necessita do auxílio concreto, frequente, intermitente ou raro, de um terceiro para a realização das atividades propostas.

Avançado: o participante situa-se no nível avançado quando necessita do auxílio verbal, frequente, intermitente ou raro, de um terceiro para a realização das atividades propostas.
Independente: o participante é considerado independente quando está apto a realizar as atividades propostas com autonomia e pode socializá-las.

karate6Esporte

Os projetos do Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural são aprovados pelo Ministério do Esporte, conformidade com a Lei de Incentivo ao Esporte.

Karatê e Taekwondo é para crianças, jovens e adultos com Deficiência Intelectual e pessoas sem Deficiência mas em situação de invulnerabilidade Social : Nosso objetivo é auxiliar os participantes em sua inclusão à sociedade por intermédio do esporte

Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural

Fundado em 2007, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) é Associação sem fins lucrativos, qualificada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), que atende crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual, particularmente Síndrome de Down, na cidade de São Paulo.

Sob a filosofia “Arte é Cultura e Cultura é Educação”, o IOK é reconhecido em todo o país pelo trabalho de promoção, divulgação e participação em atividades socioculturais de diversas áreas, com a missão de resgatar e fortalecer a identidade cultural do Brasil.

Buscamos romper a barreira do preconceito, por acreditar que todos são capazes de, ao estabelecer o contato com a arte e o esporte, expor aquilo que nos torna únicos e especiais, a individualidade.

O Instituto Olga Kos, por meio de suas atividades e projetos, busca promover a inclusão dessas pessoas, atuando nas áreas da

Arte, Cultura e Esporte, além de outras ações, como inclusão no mercado de trabalho de nossos atendidos.

Compartilhar