Taekwondo – Inclusão pelo Esporte

São Paulo

"tkd-olga-koz-foto2

 

O projeto TAEKWONDO – Inclusão Pelo Esporte visa garantir a continuidade do projeto Taekwondo VII, e tem como objetivo incluir para crianças, jovens e adultos com Deficiência Intelectual e pessoas sem Deficiência mas em situação de invulnerabilidade Social.

 

Conheça nossa oficinas

TAEKWONDO VII     APAE DIADEMA
Av. Dr. Ulysses Guimarães, 316 – Conceição
10h20 – 11h20 10h20 – 11h20
14h30 – 15h30 14h30 – 15h30
CEU CASA BLANCA
Rua João Damasceno, 85 – Jd. Casa Blanca
11h – 12h 11h – 12h
ASSOCIAÇÃO VEM SER
R. Riga, 300 – Sacomã
9h – 10h 9h – 10h

Confira algumas fotos:

 

CEU CASA BLANCA 11H 05/06/2018

 

TAEKWONDO VII     APAE DIADEMA
Av. Dr. Ulysses Guimarães, 316 – Conceição
10h20 – 11h20 10h20 – 11h20
14h30 – 15h30 14h30 – 15h30
CEU CASA BLANCA
Rua João Damasceno, 85 – Jd. Casa Blanca
11h – 12h 11h – 12h
ASSOCIAÇÃO VEM SER
R. Riga, 300 – Sacomã
9h – 10h 9h – 10h

 

 

 

Karatê e Taekwondo é para crianças, jovens e adultos com Deficiência Intelectual e pessoas sem Deficiência mas em situação de vulnerabilidade Social. Nosso objetivo é auxiliar os participantes em sua inclusão à sociedade por intermédio do esporte.

Entre os benefícios das atividades esportivas destaca- se o desenvolvimento do raciocínio, equilíbrio emocional, além de aspectos físicos e motores que promovem saúde, melhor postura, qualidade de vida e consciência corporal

A palavra Tae Kwon-Do significa “O Caminho dos pés e das mãos”.

Como arte marcial, o Tae Kwon-Do originalmente estava formulado como uma forma de defesa pessoal, como uma maneira de aperfeiçoar o próprio comportamento e criar uma sociedade melhor.

A base filosófica do Tae Kwon-Do está ligada à formação do caráter do praticante, buscando a humildade, a cortesia, a concentração, o respeito e a união. Para praticar o Tae Kwon-Do em sua filosofia, é preciso realizar os movimentos com integridade, perseverança e valores.

De forma lúdica e participativa, o projeto promoverá a melhoria dos seguintes aspectos:

  1. Sociais: integração com professores, colegas e os próprios familiares que deverão (dentro de sua disponibilidade) acompanhar os alunos nas atividades; o cultivo e incorporação de conceitos importantes e básicos como sociedade, comunidade, comunicação, companheirismo, equipe, liderança, deveres e direito a integração por meio do esporte resultará na consciência do respeito às diversidades e na eliminação de preconceitos.
  2. Cognitivos: desenvolvimento do raciocínio (tempo de reação e tomada de decisões), equilíbrio e segurança emocional e psicológico
  3. Motores: trabalho de aspectos físicos e motores que promovam e melhorem a saúde, autoconfiança, autoestima, qualidade de vida e consciência corporal. Esses benefícios  culminarão  na  autovalorização  e  na consciência  de que são  pessoas  capazes,  suportes indispensáveis para a escolha de uma profissão e estímulo aos estudos; trarão também opções de vida saudável, desviando o praticante da vida ociosa, o que significa redução dos riscos de doenças causadas pelo sedentarismo

Os Alunos serão divididos em 4 turmas, com 25 alunos cada, totalizando 100 alunos. Para cada turma serão oferecidas 2 aulas semanais, com duração de 1h cada.

30% das vagas serão reservadas para pessoas sem Deficiência Intelectual, com acesso reduzido a oportunidades, das comunidades carentes próximas aos locais onde o projeto será desenvolvido.

 

tkd-olga-koz-foto4

 

MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO OLGA KOS – IDOK

O IDOK – é um instrumento que visa obter dados sobre a evolução do desenvolvimento dos participantes das oficinas de Artes Plásticas e Artes Marciais (Karatê e Taekwondo) do Instituto Olga Kos. Os participantes dessas práticas são, em sua maioria, pessoas com deficiência intelectual e também pessoas sem qualquer deficiência que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

As habilidades são observadas para que o participante possa ser qualificado para um dos seguintes estágios de atuação.

Dependente: o participante é considerado dependente quando não consegue realizar a atividade proposta ou pode realizá-la com grande dificuldade.

Intermediário: o participante situa-se no nível intermediário quando necessita do auxílio concreto, frequente, intermitente ou raro, de um terceiro para a realização das atividades propostas.

Avançado: o participante situa-se no nível avançado quando necessita do auxílio verbal, frequente, intermitente ou raro, de um terceiro para a realização das atividades propostas.

Independente: o participante é considerado independente quando está apto a realizar as atividades propostas com autonomia e pode socializá-las.

tkd-olga-koz-foto-vertical2

Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural

Fundado em 2007, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) é Associação sem fins lucrativos, qualificada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), que atende crianças, jovens e adultos com Deficiência Intelectual e pessoas sem Deficiência mas em situação de invulnerabilidade Social na cidade de São Paulo.

Sob a filosofia “Arte é Cultura e Cultura é Educação”, o IOK é reconhecido em todo o país pelo trabalho de promoção, divulgação e participação em atividades socioculturais de diversas áreas, com a missão de resgatar e fortalecer a identidade cultural do Brasil.

Buscamos romper a barreira do preconceito, por acreditar que todos são capazes de, ao estabelecer o contato com a arte e o esporte, expor aquilo que nos torna únicos e especiais, a individualidade.

O Instituto Olga Kos, por meio de suas atividades e projetos, busca promover a inclusão dessas pessoas, atuando nas áreas da Arte, Cultura e Esporte, além de outras ações, como inclusão no mercado de trabalho de nossos atendidos.

 

[]
1 Step 1
Quero Apoiar!
Informe os seus dados para realizarmos o atendimento
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Compartilhar

Iniciar Conversa
Olá! Posso ajudar?