fbpx

MOVAcidade - LS Nogueira

Compartilhar

MOVAcidade

ProAC / Pro-Mac

Itinerante - SP

O projeto será realizado em 5 cidades do estado de São Paulo, selecionadas através de pesquisa prévia, e via edital e que integrem uma das mesorregiões a saber: Litoral Sul Paulista (composta por 17 municípios), Metropolitana de São Paulo (composta por 46 municípios), Metropolitana Paulista (composta por 36 municípios) ou Vale do Paraíba Paulista (composta por 39 municípios).

A ideia principal, é criar um espaço de mobilidade e afeto nestas cidades, é pensar e propor ações que modifiquem as formas de compartilhamento, de integração e deslocamento das cidades que moram dentro das cidades.

O ponto de partida é proporcionar estrutura para receber projetos, roteiros, ações, o ônibus como um centro cultural, uma semente, uma metáfora do movimento que pode deslocar outras possibilidades de fazer e receber a arte e abrir espaço para ações que vão ao encontro de pensar a cidade como casa, lugar de afeto, de memórias, de desdobramento do homem, lugar de receber o outro.

 

 

Sendo assim, o projeto “MOVAcidade, mobilidade humana pelo direito à cidade” tem como plano de trabalho a divisão de suas ações em 3 (três) etapas a saber:

  • 1ª etapa | o ônibus e as cidades – A Trupe Sinhá Zózima seguirá pelo estado de São Paulo com seu ônibus/casa/coletivo movendo reflexões e encontros com a arte.
  • 2ª etapa | o ônibus e os grupos – Nas cidades, serão elaborados chamamentos públicos para grupos locais interessados em participar das ações. Os critérios (tipos de ações, requisitos necessários etc.) serão elaborados junto às secretarias de Cultura dos municípios.
  • 3ª etapa | o ônibus e seus passageiros – Em cada uma cidades contempladas, além da apresentação dos 2 (dois) grupos selecionados, serão realizadas atividades pela Trupe Sinhá Zózima, a partir das memórias e as relações das pessoas com a cidade.

 

 

O objetivo da ação é questionar, refletir e intervir temporariamente nas formas em que nos deslocamos, vemos e apropriamos os espaços urbanos que atravessamos.

Usando a metáfora do plantio (Arar – preparar a terra corpo, desvendar a cidade; Semear – escolher as imagens sonhos, inventar os caminhos; Cuidar – construir o afeto, a esperança do dia a dia; Colher – perceber o tempo transformação, sentir o poder das mãos; e Festejar – evocar a cantoria, girar o mundo, celebrar com a multidão). Está em nossas mãos o poder de colher outra cidade, outra imagem.

 

[]
1 Step 1
Quero apoiar esse Projeto!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right