fbpx

Hospital São Lucas PUCRS - UTI NeoNatal - LS Nogueira

Compartilhar

Hospital São Lucas PUCRS - UTI NeoNatal

Porto Alegre – RS

O Hospital São Lucas da PUCRS (HSL) ocupa uma área construída de 49 mil metros quadrados. Sua capacidade abrange 648 leitos, sendo 511 em unidades de internação, 137 em unidades de tratamento intensivo e em cuidados intermediários.

O total de leitos dedicados aos pacientes do SUS é de 394, o que representa mais de 60% da capacidade instalada. O Hospital São Lucas da PUCRS realiza mensalmente 150 partos normais e 143 cesáreas para pacientes do SUS; 30.000 atendimentos ambulatoriais eletivos, de urgência e emergência; 225.000 exames junto aos serviços auxiliares de diagnóstico e tratamento (SADT); mais de 1.500 cirurgias; 2.300 internações em 660 leitos, distribuídos em unidades de internação, de tratamento intensivo e cuidados intermediários

O HSL disponibiliza ambulatório para realização de consultas de pacientes do SUS, oferecendo assistência de qualidade aliada à possibilidade de realização de exames, procedimentos e internações em um mesmo local.

Unidade de Tratamento Intensivo NeoNatal (Uti-Neo)

 

Inaugurada em 1978, a UTI Neonatal do Hospital São Lucas da PUCRS é uma das primeiras criadas no Brasil. No final da década de 1970 e início de 1980, era a única unidade do gênero no sul do Brasil, recebendo recém- nascidos doentes de todo o País. A Unidade realiza cuidados neonatais em nível primário (Alojamento Conjunto), secundário (Cuidados Intermediários, Unidade Canguru, atendimento em Sala de Parto, Seguimento Ambulatorial de recém- nascidos de alto risco) e terciário (Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal).

Além disso, é reconhecida por suas pesquisas na área de pneumologia neonatal e doenças infecciosas congênitas. Já atendeu mais de 30 mil bebês prematuros e tem a mais baixa mortalidade em prematuros imaturos entre os hospitais universitários do País, segundo a Rede Brasileira de Pesquisas Neonatais. A grande maioria dos pacientes atendidos pela UTI Neonatal é proveniente do Sistema Único de Saúde.

A UTI Neonatal, em todos esses anos, formou mais de 100 médicos neonatologistas, sem contar o grande número de residentes de pediatria que passaram pelo serviço durante sua formação.

 

Objetivos do Projeto

O objetivo do presente projeto é reduzir a mortalidade de prematuros com peso inferior a 1.500 gramas, que são internados na UTI-Neonatal do Hospital São Lucas, referência de alta complexidade para tratamento de paciente neonatais.

Para tanto, solicita-se autorização do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) para que o Hospital capte recursos financeiros no âmbito do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (“Funcriança”) com a finalidade de adquirir equipamentos para uso em terapia intensiva neonatal, de forma a proporcionar aos recém-nascidos doentes tratamentos mais modernos, reduzindo a taxa de mortalidade neonatal, sobretudo a de recém-nascidos prematuros.

De forma específica, pretende-se arrecadar recursos financeiros para adquirir os equipamentos e recursos materiais

Os resultados esperados são redução da morbi-mortalidade, sobretudo dos recém-nascidos prematuros, para quem detalhes no cuidado podem implicar prognóstico de vida ou morte. Espera-se que com a incorporação dos equipamentos para que essa mortalidade possa reduzir para 10 a 12%, similar à média da mortalidade das UTI’s dos hospitais norte-americanos e europeus.

[]
1 Step 1
Quero apoiar esse Projeto!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right