Eu Cresci! E agora?

Lei de incentivo: FUMCAD – Federal

CACAU

Lei de incentivo: PRO-MAC – São Paulo

0
CIRURGIAS REALIZADAS EM 2011
0
CONSULTAS REALIZADAS EM 2011
0
EXAMES REALIZADOS EM 2011

Vocês já viram crianças fazendo hemodiálise e em fila de transplante renal. Tudo isso pode ser evitado se estes problemas forem tratados previamente. As malformações geniturinárias tem incidência é de 3,4% por 1000 nascimentos ou 1,5% das gestações. Incluem desde ausência de um ou dois rins, obstrução da descida da urina por pontos de estreitamento na saída do rim (estenose de JUP), entrada na bexiga (megaureter e ureterocele) e saída da bexiga na próstata (válvula de uretra posterior). Estes problemas podem levar à perda de função dos rins.

Na parte de doenças malignas, existem dois tipos de cânceres na infância: o de rim ( e de bexiga (rabdomiossarcoma). São cirurgias complexas mas com grande chance de cura para nossas crianças.

O CACAU apresenta um braço acadêmico composto pelo NUPEP que se insere na educação médica com programa de fellowship e treinamento de residentes, monitoria de alunos da UNIFESP por intermédio do Prof. Dr. Antonio Macedo Jr, que é também orientador de pós graduação do Programa do Departamento de Pediatria da UNIFESP, nível mestrado e doutorado.

O CACAU desenvolve várias linhas de pesquisa em Neuropatologias e Disrafias Medulares Congênitas, com ênfase na bexiga neurogênica por mielomeningocele. Tem atuação em reconstruções cirúrgicas com procedimentos de reconstrução vesical desenvolvidos e utilizados em vários serviços do mundo e mais recentemente assumiu a liderança no entendimento de padrão da bexiga após cirurgia fetal da mielomeningocele.

O projeto vai de encontro com a Base Nacional Comum Curricular e inter relaciona se e desdobra se ao longo dos ciclos: infantil, fundamental no ensino médio, priorizando: o autoconhecimento e autocuidado; a empatia e cooperação.

O acompanhamento através de avaliações do crescimento, da nutrição, desenvolvimento, imunizações, saúde bucal, interação com o meio que vive, aspectos comportamentais, e ainda, possíveis situações de risco na infância e adolescência impactando diretamente o desenvolvimento integral e saudável da criança e do adolescente, na expansão das habilidades físicas, cognitivas, psicológicas e sócio emocionais que levam ao aumento de competências e autonomia.

Entretenimento

Justificativa

A vigilância epidemiológica, por constituir fator desencadeador do processo “informação, decisão, ação”, tríade que sintetiza a dinâmica de suas atividades, representa imprescindível ferramenta e um instrumento essencial para a tomada de decisões em gestões públicas.

A Organização Mundial de Saúde (OMS, 2015) faz uma projeção que em 2025 cerca de 2,3 bilhões dadultos estejam com sobrepeso; mais de 700 milhões, obesos, e 75 milhões de crianças com sobrepeso e obesidade, tornando se uma epidemia se não for controlada. No Brasil, os levantamentos apontam mais de 50% da população na faixa de sobrepeso e obesidade 1,2
 No Brasil, a última Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008/09) revelou que 20,5% dos adolescentes de 10 a 19 anos de idade apresentavam sobrepeso e obesidade 3
• Em 2016, o Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA, 2013 14), encontrou uma prevalência de obesidade de 8,4% em adolescentes brasileiros de 12 a 17 anos, com maior prevalência na região Sul e mais baixa na região Norte 4. E ainda, no ano de 2015, a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE) identificou 23,7% de sobrepeso em escolares de 13 a 17 anos, 7,8% obesidade e 3,1% baixo peso 5.•A anemia por deficiência de ferro no Brasil (2009 15) apresentava prevalência média de 40,5% e teve queda de 0,9% no mesmo período.
Dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde ( 2009) avaliou a prevalência de anemia em 3.499 crianças menores de 5 anos de idade, sendo que 20,9% apresentaram anemia(hemoglobina <11g/ dos quais 8,7% apresentaram anemia grave (Hb <9,5g/ A região Nordeste foi a que apresentou maior prevalência (25,5%) 6,7.

 A PNDS ( também revelou deficiência de vitamina A de 17,4% em crianças brasileiras menores de 5 anos de idade 8 Enquanto que prevalência média de desnutrição proteica energética no Brasil em 2015 foi de 728/100mil e média prevalência acumulada (2009 2015) teve queda 36,2% 5
 Houve piora na saúde bucal dos estudantes de 9o ano com redução de 4,2% na proporção de escovação e aumento relato de dor de dente para 21% 5

Objetivo Geral:

Criação de um espaço de referência, potencializando de pesquisa, com abrangência em indicadores epidemiológicos na infância e adolescência, sistematização de informações e desenvolvimento de novas metodologias para avaliações e intervenções replicáveis em Saúde Pública.

Desenvolvimento de sistemas de monitoramento, de interesse para a comunidade geral, acadêmica, governo e instituições privadas contribuindo para análises do processo qualidade de vida/saúde/doença e para o planejamento de ações de saúde e educação.

Publico Alvo:

Beneficiários diretos:

•Crianças e adolescentes matriculados na rede pública do ensino;
•Crianças e adolescentes atendidas no serviço CACAU/AACD, advindas de qualquer região do estado de São Paulo, com bexiga neurogênica por MMC do CACAU e em atendimento a partir de seus centros de triagem em serviços de ação municipal, estadual e privada no Hospital da AACD.

Beneficiários indiretos:

 Familiares das crianças e adolescentes;
• Professores e Comunidade Escolar;
• Alunos de Graduação de Medicina e Áreas da Saúde

As seguintes empresas acreditam e apoiam esse projeto:
Colaborando com esse projeto, sua empresa contribui com os seguintes objetivos de desenvolvimento sustentáveis propostos pela ONU: