fbpx

Centro Cultural Aliança Francesa 2019 - LS Nogueira

Compartilhar

Centro Cultural Aliança Francesa 2019

Lei Rouanet / Pro-Mac | São Paulo - SP

 

 

Plano Anual

Reconhecidamente uma referência para a difusão da cultura franco-brasileira, mas não restrito somente ao universo francófono, a Aliança Francesa busca renovar o projeto de manutenção da instituição e das atividades culturais de caráter permanente e continuado, viabilizado em 2017 e 2018. A programação anual 2019 contempla: projetos de artes cênicas, debates, concertos musicais e sessões de cinema.

Além de promover atividades culturais num espaço já tradicional da cidade de SP, que desenvolve atividades e produtos culturais de qualidade, o projeto irá manter o espaço ativo e renovar suas atividades, bem como ampliar seu público e colaborar na formação de público para as artes cênicas, na formação de público para a música, na reflexão aprofundada sobre o fazer artístico por meio de debates e palestras e na formação de público para o audiovisual em São Paulo.

Além de sempre fomentar novos grupos artísticos e artistas, cedendo espaço para trabalhos inovadores, inéditos e pioneiros o que acaba valorizando a região central de SP como polo cultural e incentiva a circulação de pessoas, contribuindo para revitalizar a região. Estão programadas também,  a manutenção do espaço a fim de ser um polo receptor de iniciativas culturais que nele se concretizarão, atividades de: música, artes cênicas, cinema e debates sobre temas culturais da contemporaneidade

 

 

O Centro Cultural Aliança Francesa já se encontra adaptado para receber portadores de necessidades especiais. Sendo o teatro instalado no piso térreo e possuindo assentos especiais, o local acomoda perfeitamente esta demanda, bem como é de fácil acesso para idosos e pessoas com dificuldade de mobilidade ou deficientes visuais, o que garante a essas populações acesso a toda a programação do Centro Cultural.

Para as apresentações teatrais, o Centro Cultural da Aliança Francesa já realiza em seu teatro a recepção a deficientes visuais de forma especial, com guias que os conduzem a seus assentos de forma prioritária e “traduzem” detalhes cenográficos e de figurino, bem como outras demandas, para este público específico. Além de contar com uma equipe experiente no trato com pessoas deficientes visuais totais e também baixa visão, essa já é uma demanda atendida e uma atividade realizada no Teatro da AF.

 

 

Está prevista em orçamento uma verba para audiodescrição mais especializada que será utilizada para as atividades em geral, sempre que houver necessidade.  No caso específico das pessoas com deficiências auditivas, serão realizadas apresentações especiais com tradução em Libras. No orçamento, estão previstos 4 sessões com tradução por mês, seja de peças, debates, conteúdos audiovisuais.

Além disso, há uma aproximação feita em 2018 com curdo-influencers para mobilizar esse público para as atividades culturais. Nos conteúdos a serem disponibilizados digitalmente, será utilizado o recurso “para cego ver”, que possibilita a interação e o acesso a este conteúdo por pessoas com necessidades especiais no âmbito da visão.

 

Aliança Francesa – Tradição

 

Com a missão de divulgar a língua e a cultura francesas no exterior, a Aliança Francesa foi fundada em Paris no ano de 1883. Com mais de 80 anos em São Paulo, a instituição é a única na cidade reconhecida pelo Ministério da Educação Nacional na França a aplicar as provas para as certificações de proficiência como o TCF e os diplomas DELF/DALF. Com aulas interativas e uso de ferramentas como tablets e lousa eletrônica, o público pode vivenciar a diversidade da cultura francófona, além de ter acesso ao acervo da Biblioteca Multimídia Claudie Monteil.

A Aliança Francesa de São Paulo também contribui para a política do ensino do francês no país com o Colloque Pédagogique, que chegou a sua 18ª edição em 2018. O evento integra o programa de formação contínua dos professores de francês do Estado e realiza a difusão da língua francesa e promoção da Francofonia no Brasil.

Como Centro Cultural, a Aliança Francesa é reconhecida por atividades que envolvem música, debates e cinema, com projetos como o Cinéclub, junto à Reserva Cultural. O Teatro Aliança Francesa, desde sua abertura em 1964, mantém uma política de resistência no centro da cidade e já recebeu grandes nomes da dramaturgia francesa, como Eugène Ionesco, atores ilustres como Marília Pêra e Gianfrancesco Guarnieri, além de ter sido palco da residência artística do Grupo Tapa.

  • 7.000 mil alunos/ano;
  • 17- 45 faixa etária;
  • 10.000 inscrições em curso;
  • 427.500 fãs no facebook.

 

[]
1 Step 1
Quero apoiar esse Projeto!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right