Corintians Asiba

Lei de incentivo: LIE – Federal

Lei de incentivo: PRO-MAC – São Paulo

0
CRIANÇAS ATENDIDAS
0
ANOS DE TRADIÇÃO
0
HORAS DE AULA SEMANAIS
0
% CAPTADO

Santa Maria é uma cidade representativa no cenário esportivo estadual, contando com equipes de diferentes modalidades, destacando-se em competições, locais, regionais e nacionais.
O Basquete é um desses esportes e há mais de 80 anos o Corintians Atlético Clube é referência nesta modalidade, tendo sido hexa-campeão Brasileiro entre os anos de 1947 e 1965. Nestes anos gloriosos, inúmeros atletas se destacaram no cenário nacional e são lembrados como referência para os meninos que hoje levam o nome do clube na camiseta pelas disputas no Campeonato Estadual de Basquete ou na representação da Seleção Gaúcha nos torneios Sul Brasileiros realizados anualmente entre os estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.
Atualmente, a Associação Santamariense de Incentivo ao Basquete ASIBA, entidade sem fins lucrativos, fundada em 2005 com o objetivo de auxiliar a modalidade e os atletas corintianos, atua em parceria com o Corintians Atlético Clube na implementação do Corintians Basquetebol, agremiação esportiva que atua junto às equipes das categorias de base de Basquete, objetivando o crescimento do esporte e a formação integral de crianças e jovens de 11 a 17 anos.
Em 2020, a Asiba contará com um grande reforço em seu trabalho, o Projeto Federal Basquete Santa Maria, conforme detalhamento.

O projeto tem por objetivo o ensino da modalidade de basquete para crianças e adolescentes do sexo masculino de 9 a 12 anos na cidade de Santa Maria no Rio Grande do Sul.

Resumo da proposta:

A fase de iniciação ao esporte basquetebol será feita com turmas de 9 a 12 anos em quatro escolas municipais com a aprendizagem inicial dos sistemas e fundamentos básicos do basquetebol, oportunizando aos jovens a aprendizagem de vários conteúdos do basquetebol.

Serão oferecidas duas aulas semanais com duração de 1,5 h. Essa fase de iniciação visa a estimulação e a ampliação do vocabulário motor por intermédio das atividades variadas específicas. Torna-se imprescindível, nessa fase, concretizar os inúmeros motivos pelos quais as crianças e adolescentes procuram os desportos, entre eles: encontrar e jogar com outros garotos, divertir-se, aprender a jogar. Na escola, o professor terá controle da frequência e da idade dos alunos, facilitando as intervenções pedagógicas.

Objetivos

1) Estimular as crianças e adolescentes a participarem da prática do basquetebol, a fim de ensinar fundamentos, técnicas e táticas do basquetebol, avaliando e comparando as capacidades físicas, bem como o desempenho dos alunos, alcançando o desenvolvimento integral do indivíduo e a sua formação para a vivência esportiva.
2) Viabilizar condições necessárias para que os participantes possam realizar seus treinos e incentivar sua frequência não só na prática esportiva como também no ambiente escolar.
3) Oferecer, a 100 atletas, ações desportivas na modalidade de basquetebol, a fim de integrá-los no meio social e esportivo, contribuindo para o desenvolvimento do esporte e lazer.
4) Preparar as equipes de basquete para que estejam aptas a disputarem em campeonatos de iniciantes.
5) Atender ao máximo possível de crianças matriculadas em escolas públicas de Santa Maria.

Este projeto é proposto para que se possa ampliar o número de atletas envolvidos nas categorias de formação esportiva da ASIBA através da oferta gratuita de ensino e treinamento especializado e ainda otimizar os serviços já prestados pela Associação no desenvolvimento de atletas de maiores possibilidades. Nos dias de hoje, ainda existem poucos investimentos nessa modalidade esportiva, dificultando a formação de novos atletas e diminuindo a participação em competições de nível estadual e nacional. A formação de atletas deve começar nas categorias de base, pois, além do desenvolvimento físico e técnico, tem-se também a responsabilidade de formar cidadãos que possam exercer a profissão esportiva de forma ética.

Ao possibilitar que mais jovens tenham acesso a um processo de formação esportiva adequado, ampliam-se as possibilidades de desenvolver atletas que possam se destacar em nível nacional e internacional. O espaço físico, os equipamentos e o suporte de profissionais capacitados são imprescindíveis ao desenvolvimento do projeto. Este projeto justifica-se, pois com a captação dos recursos financeiros, incentivados pela Lei, contratar-se-ão profissionais habilitados para a iniciação e formação desportiva adequada, visando a possibilidade de um futuro dentro do esporte gaúcho e brasileiro.

As seguintes empresas acreditam e apoiam esse projeto:
Colaborando com esse projeto, sua empresa contribui com os seguintes objetivos de desenvolvimento sustentáveis propostos pela ONU: