Hospital Metropolitano do ES acredita e a pequena Emanuelle desponta como promessa olímpica

Parece – mas não é – exagero acreditar que uma garotinha, que começou a treinar há pouco mais de um ano, já está no pódio nacional da ginástica rítmica. Uma simples apresentação na escola de ensino fundamental revelou o talento de Emanuelle Felberk, hoje com nove anos.

A direção do Hospital Metropolitano viu isso e se sensibilizou com a falta de recursos da família da menina para levar adiante esse sonho. A pequena Manu não poderia deixar de participar do Campeonato brasileiro em Manaus. Por isso, através da intermediação da LS Nogueira, a instituição patrocinou a passagem e hospedagem da atleta e da mãe dela.

O resultado não poderia ser outro: Vice-campeão brasileira. Como muitos talentos esportivos do país, Emanuelle precisa de ajuda para continuar. Está habilitada para disputar o Panamericano, que acontecerá em novembro na Argentina, mas precisa de apoio para a viagem.

Compartilhar