Câncer de mama: Não é necessário tempo mínimo de contribuição para conseguir o benefício do INSS

Câncer de mama:
Não é necessário tempo mínimo de contribuição para conseguir o benefício do INSS.

Somente em São Paulo, mais de 25 mil pessoas obtiveram o auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez junto à Previdência em 2016. Destes, mais de 25%, ou quase sete mil foram pacientes com câncer de mama. De janeiro a setembro deste ano, já são mais de cinco mil benefícios com esse diagnóstico. Quem tem a doença e procura o INSS deve solicitar o auxílio e ser submetido a uma perícia médica. Esse é um dos casos em que a pessoa não precisa estar contribuindo há mais de um ano.

A perícia, geralmente agendada entre 45 e 60 dias, é concluída no ato e o resultado, como em relação ao período de concessão do benefício, pode ser obtido no mesmo dia, pelo telefone 135 ou pela internet. Laudos médicos e exames anteriores devem ser apresentados. Nos exames, a perícia médica pode identificar casos em que a pessoa não se mostra mais apta a retornar ao trabalho. É aí que se concede a aposentadoria por invalidez.

Compartilhar